O Meu Barão, um visionário para questões financeiras, quer te ajudar a gastar menos no supermecado com a alta do dólar.

Do final de abril até esta esta sexta-feira (08/06), a moeda americana já subiu mais de 12% no câmbio comercial. E já há sinais claros de que esta subida, combinada com os efeitos da greve dos caminhoneiros, deve puxar a inflação em junho.

Veja algumas dicas na hora das compras, dinheiro que você pode poupar para fazer alguma aplicação financeira nos bancos.

1 – Evite os importados, por motivos óbvios. A tendência inevitável é de repasse da alta do dólar nos preços.

2- Substitua sempre que possível os importados por produtos nacionais similares. Em vez do queijo importado ou do vinho, prefira um nacional que ainda está em conta.

3 – Nem sempre é possível fugir do custo dólar. O trigo usado para pães, biscoitos e massas, por exemplo, em boa parte é importado pelo Brasil. E haverá uma pressão de preços nesses produtos. Tente também substituir o que for possível nesses itens se perceber que os preços subiram muito.

4 – Veja as promoções. Faça as contas de quanto subiram os mantimentos em relação ao mês anterior. E quanto a compra impacta no seu bolso.

5 – Muitos supermercados deixaram para repor os estoques de importados na última hora. Isto quer dizer que pode haver produtos com preços antigos, que estavam estocados. Pesquise preços, aproveite esta ponta de estoque quando houver.

6 – Produtos eletrônicos, da chamada linha branca, que possuem vários componentes importados, devem ter seus preços alterados com o dólar mais salgado. Avalie bem se está na hora de comprar ou esperar um pouco mais.

Por fim, feitas as contas, veja o que você conseguiu economizar ou deixar de gastar a mais. E poupe. Sempre!

Já olhou os investimentos na página do Meu Barão? Já experimentou alguns deles? Se sim, compartilhe sua opinião com a gente.