Que tal uma pausa sobre eleições e pensar no feriado de sexta-feira, Dia das Crianças?

Já comprou os presentes?

Olhou o extrato bancário, viu o limite do cartão de crédito e se deu conta que a coisa não está tão boa assim?

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), este ano os brasileiros devem gastar R$ 7,4 bilhões em todo o País com presentes aos filhos. Uma alta de 1,5% em relação ao ano passado descontada a inflação.

Algumas dicas práticas do Meu Barão, nosso guru de Finanças, para você não fazer bobagem e agradar a quem for possível dentro dos limites do seu bolso.

  • Não gaste mais do que você pode. Parece infantil o conselho, mas não é. Faça um orçamento antes de sair às compras.
  • Lista é fundamental. Onde comprar. Pesquise antes preços na Internet. Busque promoções.
  • Se o ânimo for grande e o dinheiro curto, busque as zonas de comércio popular em vez dos shopping center.
  • Compre à vista sempre que possível. Evite parcelamento e rolar a dívida no cartão de crédito, cujas taxas são ainda muito salgadas.
  • Evite a compra por impulso. Vá determinado. E se possível deixe as crianças em casa para não se sensibilizar com os pedidos delas nas lojas.
  • Comece desde já a estimular uma educação financeira saudável entre seus filhos. Diga qual é o limite.

Se sobrar algum trocado, poupe.

Aproveite o site do Meu Barão para meter a boca no trombone e falar sobre os melhores e piores investimentos do seu banco.