O Meu Barão, protetor do bolso alheio, tem olhado com atenção a maré de alta da bolsa de valores.

Vale a pena investir, aproveitar a lua de mel do mercado com o novo governo Bolsonaro e a promessa de reformas na economia?

Algumas informações importantes dos últimos dias para você se animar. E uma dica para não meter os pés pelas mãos. Vamos lá.

1 – Queridinha do mercado, nesta terça-feira (06/10) a Petrobras informou que teve um lucro de R$ 6,64 bilhões no 3° trimestre. No acumulado no ano foram de R$ 23,6 bilhões, o melhor resultado para o período desde 2011. Com um detalhe: a empresa vai distribuir R$ 1,3 bilhão aos acionistas.

2 – De janeiro até agora, as ações da Petrobras já subiram mais de 75% impulsionadas pelo aumento do preço do barril de petróleo. A petroleira foi a empresa brasileira de capital aberto que mais subiu em valor de mercado nos primeiros 10 meses do ano.

3- E os bancos? De acordo com a consultoria Economática, o valor de de mercado dos três bancos hoje é de R$ 670,3 bilhões, segundo maior valor histórico. O ItauUnibanco é o maior banco com R$ 302,3 bilhões de valor de mercado, seguido pelo Bradesco com R$ 227,8 bilhões e Santander com R$ 154,2 bilhões.

Há uma euforia visível não só da Petrobras e do setor bancário na bolsa, principalmente com a perspectiva da reforma da Previdência Social e ajuste das contas públicas no próximo governo.

Que tal diversificar um pouco? Colocar algum dinheiro além da renda fixa em fundos de ações ou multimercados? Pode ser uma boa, recomenda o Meu Barão, sempre pensando em médio e longo prazo.

Dica: preste atenção nas taxas de administração dos fundos (quanto os bancos cobram) e a fatia do Leão sobre o ganho de capital. O ideal é você aplicar em ações por um horizonte não menos que seis meses a um ano.

Aproveite para comentar os investimentos na página do Meu Barão. Vai lá, Mete a boca no Barão. Divida. Compartilhe.