Preocupado com as declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a reforma da Previdência? O Meu Barão quer ter dar uma dica, independente do que for aprovado no Congresso.

No ínicio dessa semana o ministro da Economia informou que dever apresentar a proposta da reforma ao Congresso no mês que vem. Umas das propostas é o regime de capitalização, onde o trabalhador faz poupança para assegurar aposentadoria.

Na prática, a capitalização é uma espécie de poupança que o próprio trabalhador faz para assegurar a aposentadoria no futuro.

Hoje o  regime é o de repartição, pelo qual o trabalhador ativo paga os benefícios de quem está aposentado. E isto vai mudar já que, como se sabe, a população brasileira está envelhecendo e o sistema já não mais se sustenta.

“Eu acho que um sistema de capitalização, como estamos desenhando, é algo bastante mais robusto, é mais difícil, o custo de transição é alto. Mas estamos trabalhando para as futuras gerações”, afirmou o ministro Paulo Guedes.

Uma forma de você já ir se acostumando com este sistema é poupar desde já. A ideia é que separe um pouco da sua renda a cada mês pensando no futuro. Um boa forma de poupar nesse sentido, lembra o Meu Barão, são os investimentos no Tesouro Direto.

Ao aplicar em Tesouro Direto, que na verdade são papéis do governo, o poupador tem a vantagem de fugir do sobe-desce das aplicações de risco como bolsa de valores e dólar. Pode pagar menos, mas é mais seguro, lembra o Meu Barão. E a longo prazo, excelente para quem precisa de segurança para se aposentar.

Neste vídeo você aprenderá o que é e como fazer uma aplicação.