O Meu Barão reproduz texto do blog Bem Gasto(*) , do Insper, uma das melhores escolas de economia e negócios do Brasil. Confira abaixo.

“Entra ano, sai ano, e continuamos gastando dinheiro à toa.

 É hora de acabarmos com isso, praticando o bom e velho corte de gastos! Gastando menos, com certeza vai sobrar aquele dinheirinho extra no fim do mês.

 E o primeiro passo é checar todas as suas contas. Mapeie os gastos mensais médios em 2018 com celular, água, luz, gás, internet, telefone, assinaturas mensais… e veja quais deles podem ser reduzidos.
 Você precisa mesmo de todos aqueles gigas de internet por mês no seu celular? Se em 2018 você nunca usou mais de 2 gigas por mês, por que continuar pagando um plano mensal de 4 gigas?
Ligue na sua operadora ou vá pessoalmente à loja e veja se há um plano mais vantajoso, que atenda às suas necessidades. E mais, se o seu uso de internet no celular está excessivo, veja no seu celular quais aplicativos são responsáveis pelo maior percentual da internet utilizada e tente reduzir o número de acessos. Dica: o queridinho Instagram consome MUITA internet! Tente reduzir seu uso a uma vez ao dia. De quebra, você ainda ganha um “detox” das redes sociais!
Você ainda assiste TV a cabo ou apenas paga a assinatura? Corte esse gasto! A TV a cabo vale a pena apenas se for um item utilizado em sua casa e do qual a sua família não abra mão! Não vale pagar sem usar.
Mais de uma pessoa da família paga uma conta do Netflix ou do Spotify? Por que não aderir ao Plano Família? Cada pessoa paga um pouquinho e todos continuam se divertindo com as músicas e séries e muita economia!
O jornal ainda chega todo dia na sua casa, mas ninguém lê? Cancele a assinatura. Se a família toda só lê notícias na internet, não vale a pena continuar recebendo o jornal para servir apenas de banheiro para os cachorros!
Negocie anuidades de cartão de crédito e tarifas de manutenção de contas! Veja se não é mais vantajoso concentrar seus recursos em apenas uma instituição financeira e manter apenas um cartão de crédito. Dica: ligue e negocie descontos, afinal o não você já tem! Vale a pena tentar.
Contas de água, luz, gás e telefone parecem só aumentar a cada mês? Hora de sentar toda a família à mesa de jantar e conscientizar a todos da necessidade de economizar. O básico faz muita diferença ao final do mês: escovar os dentes e lavar louça com a torneira fechada, apagar as luzes ao sair de um cômodo, tomar banhos mais curtos.
Pequenas ações fazem grandes diferenças no bolso. Vamos começar 2019 gastando menos do que em 2018!”
 (*) Marina Maciel de Barros, advogada e bacharel em Ciências Contábeis e voluntária da Bem Gasto.