O Meu Barão reproduz texto do blog Bem Gasto(*) , do Insper, uma das melhores escolas de economia e negócios do Brasil. Confira.

“O que você vai fazer de bom neste fim de semana? Divirta-se, informe-se, passe um tempo com você mesmo e viaje para outros lugares e épocas sem sair da sua casa: leia um livro.

Eu sei, você deve achar a leitura uma chatice. Você não está sozinho: de acordo com o último levantamento do Instituto Pró-Livro, feito em 2016, o brasileiro leu em média 2,43 livros por ano. Só que eu conheço gente que leu pelo menos 20 livros só no ano passado – pelas contas, leu por ele e mais sete pessoas. Então, é óbvio que tem gente que passou um tempão sem folhear uma página sequer.

Não é um hábito que a gente desenvolve fácil: exige paciência, concentração e tempo. Mas os benefícios são enormes: o conhecimento cresce, bem como a sua capacidade de raciocínio. Fora que é uma delícia descobrir aos poucos o desfecho de uma história.

Em pouco tempo, você vai se viciar! E é um excelente companheiro no trajeto até o trabalho.

E sim, é de graça. Aposto que existe uma pilha de livros na sua casa. Se não tiver nenhum, peça emprestado a um amigo. E se ele também não possuir, dê uma passada numa biblioteca, eles emprestam para você. Há ainda gente que distribui gratuitamente livros aos domingos no Minhocão, no centro de São Paulo, quando o viaduto está fechado para o trânsito de carros e vira um espaço de lazer.

Sem leitura é que você não fica.”

(*) Patricia Nakamura, voluntária do Bem Gasto.